Lírio entre espinhos

Uma família católica buscando a santidade

Sobre o comportamento dos homens com as mulheres

Tempo de leitura: 4 minutos

Muitos homens, até mesmo os que buscam viver sob os princípios cristãos, acham aceitável lançar olhares desejosos a outras mulheres. Para os senhores eu digo: ajam como homens!

Contexto

O mundo está em guerra contra a masculinidade. Basta uma simples ida ao shopping center para perceber que a masculinidade está sendo atacada de todos os lados: até mesmo encontrar roupas tipicamente masculinas pode ser uma tarefa hercúlea! Camisas de cores aberrantes, calças coladas e bermudas curtas que mais se parecem calções de banho. Na mídia vemos ataques a uma caricatural sociedade patriarcal e um incentivo a um modelo de homem muito pouco masculino: chorão e hiper-sensível.

Por outro lado, a reação daqueles que percebem tal guerra não pode ser buscar um modelo masculino nos filmes de guerra dos anos 80 quando Rambo e Conan faziam sucesso nas telas! A virtude da temperança pode muito bem ser utilizada neste caso.

Leia mais

Crônica sobre a I Jornada de Formação

Tempo de leitura: 5 minutos

Ave Maria Puríssima, sem pecado concebida!

Nos dias 23 a 25 de novembro, tivemos a I Jornada de Formação aqui no Estado do Espírito Santo (Brasil). Providencialmente conseguimos o espaço do Batalhão do Exército, localizado em Vila Velha, cidade mais antiga do Brasil e bem próxima a nós! Um lugar lindo, grande, com uma vista belíssima de dois símbolos de nosso estado, a Terceira Ponte de um lado e com o Convento da Penha de outro, e com estrutura mais do que suficiente para acomodar os 100 jovens participantes mais 50 voluntários.

Leia mais

Natal, Papai Noel, São Nicolau, menino Jesus… e agora?

Tempo de leitura: 6 minutos

No Natal, durante muito tempo a nossa preocupação eram as passas no arroz e o pavê de sobremesa. Mas depois que os filhos chegam, deparamo-nos com uma questão importante: e o tal Papai Noel?

O que é o Natal

Acredito que seja conveniente relembrar o que nós, católicos, celebramos no Natal. Celebrar essa solenidade não significa simplesmente recordar um acontecimento do passado, mas algo que toca concretamente a nossa própria história.

Puer natus est nobis, “um menino nasceu” verdadeiramente! Não para servir de enfeite nos presépios, não para trazer um feriado de fim de ano, não para trocarmos presentes, mas “para nós”! Nasceu para nos salvar, para mudar e transformar por completo a nossa vida.

Papai Noel tornou-se um dos personagens mais emblemáticos das festas de final de ano. Nas últimas décadas, ganhou tanta fama e se tornou tão eficaz para representar a diversão e os presentes que desvia totalmente o foco da verdadeira razão da alegria: Jesus que nasce em Belém.

Leia mais
« Publicações mais antigas